PLPinto.M.

 
 

Disfunção Erétil – Causas e Tratamentos

É imperativo compreender que nem todos os problemas de disfunção erétil decorrem de problemas psicológicos, podendo haver uma causa médica subjacente. Por exemplo, um homem casa com uma mulher e pouco tempo depois descobrem que ele está a sofrer de disfunção erétil. Preocupada e com medo a mulher pede ao homem para procurar um médico. Mas por causa da vergonha e constrangimento de ser conhecido por ter um problema de disfunção erétil numa idade tão jovem ele não o faz.

Disfunção Erétil – Causas e TratamentosMais_tarde o homem começa a ter outros sintomas que não associa à disfunção erétil, mas a mulher insiste que ele faça uma visita ao médico porque as suas relações sexuais estão a ser bastante afetadas pela disfunção erétil e, finalmente, ele vai. Imediatamente após exames sanguíneos e outros testes de laboratório descobre-se que tem um tumor na glândula pituitária que estava a causar uma deficiência no seu nível de testosterona. A sua disfunção erétil deveu-se a esse tumor e, após a sua remoção, recomeçou a desfrutar de uma relação sexual plena e satisfatória com a sua mulher.

Assim, para esclarecer o que escrevi até aqui, gostaria de dizer ao leitor que a disfunção erétil nem sempre é um problema psicológico. Embora às vezes seja devido a depressão, ansiedade e stresse, que também podem afetar a libido de um homem, é fundamental que os pacientes verifiquem a origem da sua disfunção erétil, porque pode haver uma condição médica crónica subjacente. Com o tratamento desta condição, o paciente pode recuperar plenamente a sua ereção e mantê-la para sua própria satisfação e da sua parceira.

A disfunção eréctil na maioria dos casos pode ser tratada. É um problema que deve ser abordado e não escondido. É um problema que uma vez tratado pode aumentar a autoestima do homem pois, para o homem, a sua masculinidade é medida pelo seu desempenho sexual.

Existem muitas drogas úteis já em circulação no mercado que combatem a disfunção erétil. A escolha mais popular é o V-iagra, que foi a primeira medicação contra a disfunção erétil. Mas, se estes medicamentos não ajudarem no combate à disfunção eréctil existem outras alternativas, como injetar medicamentos diretamente no pénis, dispositivos de vácuo para ampliação do pénis, ou a implantação de uma prótese peniana. Se isto também não funcionar a cirurgia microvascular, que reestabelece o fluxo de sangue para o pénis, é outra opção. Geralmente é feita em pacientes com doenças vasculares ou lesões.

Portanto, os homens que sofrem de disfunção erétil não precisam ter vergonha. Deve-se ter em mente que a maioria dos homens vai sofrer com esta disfunção e que há maneiras e métodos para a curar e tratar. Longe vão os dias em que os homens ignoravam e recusavam a procura de ajuda para o seu problema. Como costumo dizer, se não quer ter mau sexo, faça alguma coisa por isso.

Uma das melhores e mais seguras formas de tratar a disfunção erétil é usar ervas naturais. Os tratamentos da disfunção erétil com ervas naturais são comprovadamente eficazes, não causando efeitos colaterais. Por isso muitos homens estão a mudar para este tipo de medicação alternativa. Noutras palavras, se gostaria de não ter os efeitos secundários dos medicamentos de prescrição, tente suplementos de ervas naturais no combate à disfunção erétil.

Existem várias plantas usadas no tratamento da disfunção erétil para melhorar o desempenho sexual, e basta informar o seu médico que tomou essa decisão. Deverá fazê-lo, também, porque podem colidir com alguns medicamentos, sendo portanto recomendável consultar profissionais de saúde antes de o fazer.


Alguns suplementos de ervas utilizados no tratamento da disfunção erétil:


Ginseng-Horny Goat Weed: é usado em todo o mundo para tratar alguns problemas sexuais, como a libido baixa. Esta erva aumenta a produção de esperma e o nível de testosterona, hormona sexual que é precisamente associada ao desejo sexual. Tem grandes efeitos na melhoria das relações sexuais.

-Gingko Bilbao: é comumente utilizada para melhorar a memória e outras capacidades psicológicas, pois melhora o fluxo sanguíneo e o suprimento de oxigénio para o cérebro. Tem efeito na circulação sanguínea ajudando desta forma as pessoas com problemas de ereção.

Male Extra-Ginseng: é um suplemento natural que melhora sobretudo o bem-estar e a vitalidade. Ajuda a relaxar as paredes das artérias, que levam o fluxo de sangue por todo o corpo, bem como aos órgãos sexuais. É também chamado de revitalizador.

-Yohimbe: esta casca de árvore é um afrodisíaco bem conhecido para aumentar a libido. Pode ser encontrada principalmente em África, estando a ser usada também na Europa como tratamento para a impotência. O único revés é que tem efeitos colaterais que podem ser graves, mesmo em pequenas doses. Algumas queixas são náuseas, fadiga, tontura, uma grande redução da pressão arterial, ansiedade, alucinações, dor abdominal e, o pior efeito, paralisia. Esta erva não pode ser vendida sem prescrição médica.

-Tongkat Ali: é uma árvore que é cultivada principalmente na Indonésia, Tailândia e Malásia. Pode curar, rapidamente, problemas com disfunção erétil.

- Saw Palmetto: Uma erva com alguma espectativa positiva sobre o efeito no combate à disfunção erétil, mas ainda tem de ser testada e verificada.

Há outros remédios naturais que o podem ajudar a recuperar da disfunção erétil de forma natural. Male Extra é o melhor de todos.

 
 
 
 
 
Veja Também estes Artigos

  # Disfunção Erétil / Impotência

 

  # Disfunção Erétil – Quais os Melhores Suplementos?

 

  # Disfunção Erétil – Causas, Sintomas e Tratamentos

 

 # Disfunção Erétil – Como Escolher o Melhor Remédio Natural

   

Os Melhores Tratamentos para a Disfunção Erétil
 
 
 
 
»  Sobre Nós  » Contatos  » Termos

As informações contidas neste site têm por objetivo apenas fins educacionais. Esta informação nunca deve ser tida como conselho medico ou como prescrição de tratamentos para qualquer doença.

PLPinto.M.® All rights reserved.